Veterinária Madureira

Chocolate, um risco ao seu animal

    “Cães e gatos podem ser expostos a uma grande variedade de chocolates e produtos à base de cacau, incluindo bolos, bolachas e doces. Em razão de seus hábitos alimentares, cães são mais comumente intoxicados se comparados aos gatos.”*

     * Emergências e terapia intensiva veterinária em pequenos animais.


    Devido aos hábitos alimentares dos humanos e o mau hábito de alimentar os animais como se fossem da mesma espécie que nós, incidentes de intoxicações por alimentos acabam ocorrendo, e muitos desses incidentes tem fatores agravantes podendo levar o animal a MORTE, como no caso de uma intoxicação por chocolate.
    Os componentes tóxicos presentes no chocolate são as metilxantinas (ex.: cafeína e teobromina). A quantidade de cada composto tóxico varia de acordo com o tipo de chocolate, geralmente os chocolates amargos e meio-amargos contêm maiores quantidades de teobromina e cafeína e os chocolates brancos apresentam menor quantidade de metilxantinas, porém TODOS podem causar intoxicação GRAVE em um animal.
    As metilxantinas causam inibição em receptores celulares e na reabsorção celular de cálcio, sendo assim surgem os sinais e sintomas de intoxicação por chocolate. Os principais efeitos das metilxantinas no organismo dos animais são sintomas de alteração em sistema nervoso e em sistema cardiovascular.

    Os primeiros sinais de intoxicação ocorrem geralmente de 6-12h após a ingestão do chocolate (inquietação, aumento da ingestão de água(sede), vômitos, diarreia, aumento da produção de urina, dificuldade para andar, tremores, convulsões, taquicardia (coração batendo mais rápido) , febre, coma) porém sintomas podem aparecer até 24h-72h após a ingestão do chocolate, nessa situação os sintomas ocorrem devido a grande quantidade de gordura nos chocolates,  que leva o animal a desenvolver um quadro de pancreatite aguda, onde o animal apresenta principalmente dor abdominal intensa, náusea, vômitos e diarreia, sendo um quadro agudo grave que pode levar o animal rapidamente ao ÓBITO.
    Até mesmo a ingestão de pequenas quantidades de chocolates podem afetar seriamente um animal, e quando não afetam de forma aguda, muitas vezes a ingestão crônica pode causar lesões em orgãos como fígado e pâncreas. 
    Ressalto também que assim como os humanos nos animais uma alimentação errada e desequilibrada,  podem levar a doenças como obesidade, doenças cardíacas, hepáticas e endócrina , nesse ultimo caso a mais comum é a Diabetes.

    Não há um antídoto específico para os efeitos que o chocolate causa no organismo dos animais, por isso sempre procure a orientação de um Médico Veterinário para saber como proceder caso seu animal tenha ingerido chocolate, estando ele ou não apresentando sinais ou sintomas de doença.

    Muito cuidado com as receitas caseiras achadas na internet ou que algum amigo ou vizinho tenha dito que ajudou o animal dele, pois cada organismo é único e nem sempre o que é bom para um animal vai ser bom para o seu animal de estimação também, o tratamento varia de acordo com os sintomas que o animal apresente.
                                                                                                             Médico Veterinário Bruno Alberigi



Horário de Funcionamento
Segunda à Sexta 08:00h às 18:30h, Sábado 08:00h às 17:00h e Feriados 08:00h às 12:00h
Rua Américo Brasiliense, 96 - Madureira   Rio de Janeiro/RJ CEP:21.351-060
Tels: (21) 3350-4070 e (21) 3390-0837